Logo Principal
Paraná

Estado recebe doação de 500 livros sobre plantio direto para os cursos de Agronomia

Os exemplares do livro “O solo ensinou, plantio direto um caminho para o futuro”, escrito por Franke Dijkstra, ficarão à disposição dos alunos do c...

26/07/2021 20h35
Por: Redação
Fonte: Secom Paraná
© Jose Fernando Ogura
© Jose Fernando Ogura

O Governo do Estado recebeu a doação de 500 cópias do livro “O solo ensinou, plantio direto um caminho para o futuro”. O material ficará à disposição do curso de Agronomia das universidades estaduais. Os exemplares foram entregues nesta segunda-feira (26) pelo autor da obra, o holandês Franke Dijkstra, ao governador em exercício Darci Piana, em cerimônia no Palácio Iguaçu.

“Pioneiro do plantio direto, Franke Dijkstra proporcionou não apenas ao Paraná, mas ao mundo, uma metodologia que salvou a agricultura e ajudou na recuperação de terras que já não conseguiam produzir”, afirmou Piana. “Agora ele deixa um segundo legado, voltado para a academia, para mostrar sua experiência aos futuros agrônomos e profissionais de diferentes áreas”, disse.

Radicado no Paraná, Dijkstra tem uma fazenda em Carambeí, nos Campos Gerais. Planta soja, trigo e milho, além de trabalhar com a pecuária leiteira. Ali, em 1976, ele desenvolveu a técnica que alia produtividade com os cuidados na preservação do meio ambiente, o chamado plantio direto. “Comecei por iniciativa própria, para não morrer. Uma questão de sobrevivência. Minha felicidade é poder contribuir com as outras pessoas, me sinto útil”, destacou o autor.

Superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona ressaltou que os livros servirão de apoio aos estudantes. Atualmente, disse ele, seis das sete universidades paranaenses contam com o curso de Agronomia, além de mestrado e doutorado na área. Quatro com conceito 5 do Ministério da Educação e outras cinco com conceito 4.

“Temos em torno de 2 mil pessoas matriculadas. Poder contar com o relato e a vivência de um dos 11 maiores influenciadores do plantio direto no mundo é algo bem significativo”, afirmou. “Vai contribuir muito com a formação dos novos agrônomos do Paraná”, acrescentou Bona.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias