Logo Principal
Covid-19

Medidas sanitárias devem ser cumpridas no período eleitoral

Nota orientativa estabelece os cuidados que devem ser adotados durante o período de campanha, no dia da votação e após o pleito. Entre elas, manter o distanciamento e permanecer o mínimo possível no local de votação. Idosos tem horário diferenciado para votar, das 7h às 10h.

07/11/2020 10h45
Por: Redação
Fonte: AEN
Divulgação
Divulgação

As eleições municipais de 2020 ocorrem em um cenário diferente devido à pandemia da Covid-19. Por isso, várias medidas diferenciadas devem ser  adotadas para garantir um processo eleitoral seguro. Uma das principais medidas para evitar a transmissão do novo coronavírus é o distanciamento físico – é essencial evitar aglomerações.

“O período prévio ao dia 15 de novembro deve ser de muito cuidado. Especialmente porque normalmente, no período da campanha, candidatos visitam eleitores, conversam, fazem o corpo a corpo, o que é natural em outros momentos, mas agora na pandemia muitas práticas precisam ser revistas para evitar a infecção pelo vírus”, explicou o secretário de Saúde, Beto Preto.

Por isso, candidatos em campanha e eleitores devem respeitar e cumprir as normas para evitar a transmissão do vírus. “A doença permanece entre nós, muitas pessoas estão infectadas com o novo coronavírus e precisamos contar com todos para continuar cumprindo os compromissos necessários”, complementou.

PREVENÇÃO NA ELEIÇÃO – A Secretaria de Estado da Saúde definiu por meio da Nota Orientativa nº 51 normas para evitar a disseminação da doença.  Durante o período eleitoral a orientação é que os cuidados sejam redobrados. “O uso de máscaras deve ser cumprido de forma rígida, assim como evitar aglomerações, reuniões, encontros. Entendemos plenamente o período de campanha como parte do processo eleitoral, mas pedimos que todos colaborem. Estamos em um período excepcional”, ressaltou o secretário.

Ele alerta que as medidas devem ser adotadas nos três momentos do período eleitoral: na campanha, no dia das eleições e na comemoração dos eleitos. “Em todos os mome, o que deve estar presente é o bom senso. Higienização das mãos, levar a própria caneta no dia da votação e evitar permanecer no local onde vota. Essas pequenas ações já podem barrar a transmissão do novo coronavírus”, reforçou.

NA PRÁTICA - No dia da votação, quem apresentar qualquer sinal ou sintoma gripal não deve comparecer ao colégio eleitoral e, nesse caso, é necessário procurar um serviço de saúde. O voto poderá ser devidamente justificado sem prejuízo.

As pessoas com mais de 60 anos possuem um horário preferencial, das 7h às 10h. A recomendação é orientá-las para que votem nesse horário. Evite levar crianças e outros acompanhantes. A permanência dos eleitores nos colégios eleitorais deve ser a menor possível, restrita ao tempo necessário para votação.

É importante que todos higienizem as mãos com álcool 70% antes da assinatura do caderno e após o uso da urna eletrônica. Também é preciso manter distância de 1,5 metro de outras pessoas e respeitar as marcações e sinalizações indicativas do afastamento. Elas foram feitas para a segurança de todos. Nos locais de votação não é permitido nenhum tipo de alimentação ou ingestão de bebida.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias