Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Centro de Eventos rondonense será transformado em hospital de campanha.
31/03/2020 16:14 em Regional

Assim como ocorre em outros municípios da região, Marechal Cândido Rondon também está se organizando no sentido de garantir estrutura hospitalar suficiente para atender as pessoas que serão afetadas pelo novo coronavírus. O Centro de Eventos, acostumado a receber grandes festas como Expo Rondon e Oktoberfest, será transformado num hospital de campanha, devendo receber 76 leitos. Em Cascavel, Centro de Eventos também foi transformado em hospital de campanha. 

Atualmente a estrutura da saúde pública no município conta com 23 leitos de internação no Hospital Municipal existe a projeção de leitos na Unidade de Pronto Atendimento – UPA, que pode chegar a 11.

Para a implantação do hospital de campanha devem ser investidos mais de R$ 320 mil para a adaptação do espaço, com a colocação de divisórias, portas, chuveiros, torneiras, pintura de paredes, rede de oxigênio, locação de estandes, aquisição de enxoval como lençóis, travesseiros e cortinas. “A intenção é iniciar a estruturação do espaço ainda nesta semana”, disse a secretária de Saúde Marciane Specht.

Ontem (30) ela realizou duas apresentações sobre uma estrutura hospitalar que será montada dentro do Centro de Eventos. O primeiro encontro foi com o Conselho Municipal de Saúde e o outro com o COE (Centro de Operações Emergenciais). Ela apresentou os investimentos necessários, as estruturas e a manutenção do espaço, tendo a aprovação destas duas importantes entidades. Segundo ela, agora estão acontecendo as tratativas administrativas para iniciar a estruturação desse espaço o mais breve possível.

“Temos o envolvimento de muitos servidores públicos em todo este processo de planejamento, como médicos e enfermeiros. Também temos o envolvimento de entidades que estão se organizando para ajudar. Tivemos a aprovação do Conselho Municipal de Saúde e do COE. Queremos o mais rápido possível ter esta estrutura à disposição, caso seja necessária para atender pacientes acometidos pelo coronavírus”, explicou Marciane.

Marciane destacou que os gastos mensais da estrutura deverão ser de mais de R$ 575 mil, entre limpeza, vigia, EPI´s, recarga de oxigênio, recolha de lixo hospitalar, materiais e medicamentos, serviços de lavanderia, entre outros. 

Radio Cristalina / OPresente

COMENTÁRIOS