Logo Principal
Eleições 2020

Justiça Eleitoral pega pesado nos crimes eleitorais, multa é por hora

Justiça Eleitoral pega pesado nos crimes eleitorais, multa é por hora

06/10/2020 15h45
Por: Redação
Fonte: Catve
Divulgação
Divulgação

Vale a pena correr o risco de compartilhar materiais apócrifos da política nas redes sociais? Estes são questionamentos do momento. Enquetes, informações e opiniões que não condizem com a realidade, são passíveis de crime eleitoral e multas altíssimas.

ENQUETE

No período eleitoral é comum alguns eleitores fanáticos e ou coligações partidárias, divulgar enquetes de intenção de votos. Mas neste ano, como em todos os outros, a Justiça eleitoral vem acompanhando com mais eficácia tais situações. Estes crimes vão desde difamação, injúria, calúnia, e, divulgação de enquetes e pesquisas eleitorais mesmo que registrada, com indícios de pesquisas fraudulentas. Quando direcionada em vantagens para este ou aquele candidato.

MULTA POR HORA

Uma enquete realizada em Boa Vista da Aparecida sobre intenção de votos para o pleito eleitoral daquele município, culminou em representação judicial. A Juíza Eleitoral da Comarca de Capitão Leônidas Marques, Érika Fiori Bonatto Müller, determinou a imediata suspensão da divulgação da enquete, sob pena da aplicação de multa de R$ 20 mil por hora, caso não seja retirado no prazo estipulado de um dia. Ainda estipulou multa de R$ 10 mil por hora, para cada nova divulgação e/ou compartilhamento por terceiros nas redes sociais.

APÓCRIFOS

Então vejamos: é compensatório a divulgação de enquetes e/ou materiais de informações inverídicas (apócrifos) nas redes sociais, simplesmente para enaltecer este ou aquele candidato? A multa é salgada, além de ser aplicada por hora. Então questionamos: o crime compensa?

ELEIÇÕES 2020

A Catve Eleições continua entrevistas com candidatos a prefeito de Cascavel. Nesta terça-feira (6) o entrevistado é o candidato do PATRIOTA, Evandro Roman. O programa vai ao ar as 19h30, logo após o EPC.

CONTAS DE CAMPANHA

Ou há algo de errado praticado por alguns candidatos a vereador de Cascavel, ou a legislação eleitoral está sendo falha neste início de campanha. Muitos dos candidatos ainda não abriram conta corrente da campanha eleitoral. Porém, mesmo que a Legislação impõe o lançamento de despesas diárias de cada candidato, alguns já circulam com adesivos e propagandas eleitorais na cidade. Mas e os lançamentos de pagamentos desses materiais, podem ser lançados futuramente? Eis aí um ato que vem gerando discussões nos bastidores da política nativa. Como efetuar pagamentos sem que haja uma conta corrente de campanha para lançar estas despesas?

DEFERIDOS OU INDEFERIDOS

Passado mais de 10 dias dos pedidos de registro de candidatos a vereador, prefeito e vice de Cascavel junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) ainda não foi divulgado sequer um candidato com pedido de candidatura DEFERIDO ou INDEFERIDO. O prazo para que todos tenham seus registros aprovados ou não, termina no final do mês de outubro.

REDES SOCIAIS

Você e-leitor que pensava que congestionamento se dava apenas com veículos em Cascavel, se enganou. Há nos últimos dias, congestionamentos nas redes sociais também. São tantas lives, vídeos, fotos e mensagens de candidatos, que tem internauta, mesmo aqueles que não conseguem ficar sem dar uma bisbilhotada no aparelho eletrônico de vez em quando, que vem bloqueando alguns contatos de seu perfil, seja do WhatsApp, Instagram e ou Facebook. Tamanho é o congestionamento de candidatos pedindo votos e fabricando mídia eletrônica como se uma mensagem neste momento fosse mudar alguma coisa na forma de convencer o eleitor a depositar o voto em sua pessoa.

QUANTO CUSTA? I

Vai campanha eleitoral, vem campanha eleitoral e o mote de buscar apoio político em lideranças comunitárias e cabos eleitorais, continua da mesma forma. Quanto custa para um candidato a vereador em Cascavel para ter um cabo eleitoral deste potencial pedindo votos?

QUANTO CUSTA? II

Bem, existe valores de todo montante. Tem aqueles entregadores de santinhos nas caixinhas de correio, que varia de R$1 mil a R$1,5 mil. Tem aquelas lideranças comunitárias que não sai por menos de R$ 5 mil. E tem aqueles fortes que o valor no "mercado negro" gira de R$ 10 mil a R$30 mil. Então questionamos: Quanto custa uma campanha eleitoral para vereador que investe neste tipo de cabos eleitorais em Cascavel? Será que há ainda este tipo de cabo eleitoral solto no mercado negro? Tem candidato que paga esse valor todo para ter um cabo eleitoral forte do seu lado? Coisas que não iremos saber se terá ou não!

FUI !!!

?Mais importante que ter muito ou pouco dinheiro é ter uma estratégia que funcione?. Autoria: extraído do Mercado Financeiro

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias