Logo Principal
Geral

Prefeitura confirma retomada de voos em Foz do Iguaçu a partir de outubro; confira

Cidade prevê conectividade com voos diretos entre Curitiba, Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ) e Santiago, no Chile, além de São Paulo (SP), com escala em Ponta Grossa.

28/09/2020 11h37
Por: Redação
Fonte: G1 Paraná
 Foto: Prefeitura de Foz do Iguaçu/Divulgação
Foto: Prefeitura de Foz do Iguaçu/Divulgação

A prefeitura de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, confirmou a retomada de seis voos a partir de outubro. O município deve contar com conectividade direta para Curitiba, Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), Santiago, no Chile, além de São Paulo (Congonhas), com escala em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, até domingo (27), Foz do Iguaçu registrou 7.099 casos confirmados do novo coronavírus e 101 óbitos pela Covid-19.

Aos poucos e com medidas de prevenção, vários atrativos turísticos e a rede hoteleira têm retomado as atividades. Veja abaixo os atrativos que estão funcionando na cidade.

O Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, até o momento, conta com voos diretos para Campinas e Guarulhos (SP).

De acordo com a Secretaria Municipal de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, existe uma boa procura pelo destino para o feriado de Nossa Senhora Aparecida, no dia 12 de outubro. A expectativa é fechar o mês de outubro com média entre 25% e 30% de ocupação nos meios de hospedagem.

O terminal de Foz do Iguaçu registrou redução de 45,9% nas operações, entre pousos e decolagens, no primeiro semestre de 2020, em relação ao mesmo período de 2019.

Sobre o número de passageiros, em comparação entre janeiro e julho dos dois anos, a diminuição foi de 48,5%, conforme dados da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Obras no aeroporto

De acordo com a Infraero, mesmo com a pandemia, as obras de ampliação da pista de pousos e decolagens do aeroporto estão em andamento. Até o momento, mais de 50% dos trabalhos foram realizados.

A expectativa é que o aumento da pista em 600 metros atraia voos da América Central e dos Estados Unidos para o terminal, segundo a Infraero.

O investimento de R$ 53,9 milhões conta com recursos do convênio entre a empresa e a Itaipu Binacional. A finalização da melhoria está prevista para abril de 2021, conforme a usina.

Outra obra que ocorre no aeroporto é a expansão do pátio das aeronaves. O investimento de R$ 9 milhões tem o objetivo de oferecer mais quatro posições de estacionamento de aeronaves comerciais, aumentando a capacidade em 57%. A expectativa é de que a obra seja entregue até o final de 2020.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias