Logo Principal
Paraná

Educação avalia na quarta-feira como está a aprendizagem durante a pandemia

A Avaliação Diagnóstica ocorrerá para todos os alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e de todas as séries do Ensino Médio da rede estadual. ...

08/06/2021 16h27
Por: Redação
Fonte: Secom Paraná
© SEED
© SEED

A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed-PR) realiza nesta quarta-feira (09) a Avaliação Diagnóstica, que ocorre para todos os alunos do 6º ano ao 9º ano do Ensino Fundamental e de todas as séries do Ensino Médio da rede estadual. A ferramenta vai verificar como foi o ensino/aprendizagem durante a pandemia.

O teste vai acontecer de forma online e impressa, incluindo a 4ª série dos cursos técnicos integrados e da formação docente. Esta ação substitui temporariamente a Prova Paraná, que teve sua última edição em fevereiro de 2020. 

“Precisamos saber como foi o aprendizado durante a pandemia. Temos que planejar para ter um segundo semestre muito assertivo, mais acelerado. A Seed necessita das informações para saber o que ensinar para cada aluno em cada unidade escolar. Por isso, é muito importante que todos façam a avaliação”, afirmou o secretário estadual da Educação e do Esporte, Renato Feder. 

Para participar da avaliação, o estudante que está no ensino remoto online deverá logar no Google Classroom e abrir o link disponível na data em “atividade do dia”. Este link vai direcioná-lo para a plataforma na qual será aplicada a avaliação, do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd).

Para o 6º ano a avaliação é composta por 44 questões, sendo metade de Língua Portuguesa e metade de Matemática. Já para as demais séries são 52 questões – 26 de cada uma das disciplinas. 

A atividade diagnóstica não terá ranking. O objetivo é identificar as habilidades e os conhecimentos que os estudantes adquiriram durante o período das aulas remotas e as lacunas de aprendizagem ainda existentes, para poder replanejar as ações pedagógicas e acompanhar a evolução dos estudantes ao longo do percurso letivo.

Segundo o diretor de Educação da secretaria estadual, Roni Miranda, a avaliação será muito importante para o futuro. "É fundamental para que a escola, o professor e a própria Secretaria possam observar como está a aprendizagem dos estudantes nesse momento remoto, seja pelas aulas online ou material impresso. É fundamental para traçar um planejamento tanto para 2021, quanto para 2022 e 2023. Por isso é importante que os estudantes participem”, explicou. 

DURAÇÃO – A atividade terá duração de 2h30 e poderá ser iniciada das 7h30 às 21h30. Neste dia não haverá aulas híbridas ou remotas dos professores pelo Google Meet, mas os docentes da aula inicial de cada turma no seu respectivo turno estarão disponíveis na plataforma para orientar os alunos antes do início da avaliação.

Caso o aluno não finalize a atividade em 2h30, a mesma será encerrada automaticamente, e serão corrigidas as questões respondidas até o dado momento. Se houver problema de sinal da internet o estudante poderá continuar de onde parou (caso esteja dentro do tempo), uma vez que a atividade é salva automaticamente.

As escolas que já retomaram atividades presenciais poderão, dentro da sua realidade, escalonar os estudantes para a realização da avaliação nos laboratórios de informática.

ATIVIDADE IMPRESSA – Para quem precisar fazer a avaliação impressa, será preciso retirá-la na própria instituição de ensino até 9 de junho e posteriormente devolvê-la até a sexta-feira (11). Devido à avaliação, o kit pedagógico impresso da semana não terá conteúdos de Língua Portuguesa e Matemática.

PROVA PARANÁ – Instrumento de planejamento pedagógico para chegar com maior precisão aos conhecimentos que não foram desenvolvidos pelos estudantes e em qual etapa do processo de aprendizagem, a Prova Paraná foi criada há dois anos e teve três edições em 2019.

Além disso, existe a Prova Paraná Mais, avaliação externa de aplicação anual que compõe o Sistema de Avaliação da Educação Básica Paranaense (Saep).

Em 2020, foi aplicada apenas a primeira de três edições previstas, em fevereiro, e abrangeu todas as escolas estaduais, além de escolas de 398 municípios que aderiram ao programa, envolvendo mais de 1,2 milhão de alunos em todo o Estado, com as disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática e Língua Inglesa.

As edições canceladas devido à pandemia previam mais disciplinas a serem diagnosticadas (Ciências Humanas e da Natureza), o que deve ocorrer quando a Prova Paraná for retomada, assim como a participação de escolas municipais, que não fazem parte da Atividade Paraná 2021.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias