Logo Principal
Covid-19

Laranjal, no Paraná, tem quase 70% da população na área rural e é a única cidade do estado sem casos de Covid-19

Cidade seguiu decretos estaduais e chegou a instalar barreiras sanitárias para evitar a Covid-19. Município decretou calamidade pública e destinou R$ 148 mil no combate à pandemia.

12/09/2020 10h21
Por: Redação
Fonte: G1 Paraná
Foto: Prefeitura de Laranjal
Foto: Prefeitura de Laranjal

Laranjal, na região central do Paraná, é a única cidade entre os 399 municípios do estado sem casos confirmados do novo coronavírus, até este sábado (12). A cidade tem 68% da população vivendo na área rural e densidade demográfica de 11,3 habitantes por quilômetro quadrado.

Até sexta-feira (11), o Paraná havia registrado 149.072 diagnósticos e 3.741 mortes provocadas pela Covid-19, segundo boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

A Sesa chegou a confirmar um caso de coronavírus em Laranjal no dia 25 de julho. No entanto, em 1º de setembro, a secretaria transferiu o diagnóstico para Maringá, no norte do estado, por considerar o município de residência do paciente.

O último censo demográfico feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2010, apontou que Laranjal tem 6.360 habitantes, sendo que 4.329 vivem na zona rural.

A população total estimada para 2020 pelo IBGE é ainda menor, com 5.784 habitantes.

A diretora de Saúde de Laranjal, Lucimara Silva, acredita que a concentração da população na área rural da cidade e a baixa densidade demográfica podem ter contribuído para que o município não registrasse casos de coronavírus.

"Quando pedimos para população ficar em casa, muitas pessoas do interior, como os idosos, acabaram não vindo para a cidade. Pode ter ajudado", afirmou.

Atualmente, Laranjal tem um caso suspeito de Covid-19 e monitora quatro pessoas em isolamento domiciliar, segundo a prefeitura. Desde o início da pandemia, 63 exames apontaram resultado negativo para Covid-19.

Medidas adotadas

Laranjal não tem hospital, mas conta com duas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Uma delas, localizada no interior da cidade, foi fechada por causa da pandemia.

A prefeitura informou que optou por concentrar os atendimentos na unidade que fica no Centro da cidade.

Em caso de necessidade, os pacientes são transferidos para o hospital de Pitanga, que é a cidade vizinha.

Lucimara Silva disse que, no começo da pandemia, Laranjal decretou medidas como a suspensão de aulas e fechamento do comércio. Até o fim do mês de maio, a cidade também contava com barreiras sanitárias.

"Seguimos decretos estaduais. Pedimos a colaboração da população para não receber ninguém de fora. Hoje, praticamente já voltou tudo ao normal. Nossa Vigilância Sanitária está bem atuante, a gente cobra que a população use a máscara", afirmou.

Apesar da cobrança, a diretora disse que prefeitura não estipulou multa para pessoas sem máscaras em locais públicos e privados.

Atualmente, as aulas seguem suspensas na rede municipal de ensino. Por outro lado, o comércio já foi reaberto.

Nos casos de moradores que tiveram contato com alguém que testou positivo para a doença, a Saúde está orientando isolamento domiciliar e realiza o exame em pacientes que apresentaram sintomas gripais.

Gastos com Covid-19

A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) reconheceu o estado de calamidade pública em Laranjal por meio de um decreto publicado no dia 8 de abril.

Com a medida, a cidade fica autorizada a descumprir temporariamente alguns itens da Lei de Responsabilidade Fiscal, como limites de gastos com pessoal e a meta fiscal.

De acordo com dados do Portal da Transparência, até agora, Laranjal destinou R$ 148,9 mil no combate à pandemia.

Segundo a prefeitura, grande parte dos gastos foram em equipamentos de proteção individual (EPI) para profissionais de saúde.

"A gente priorizou mais os EPIs no início, porque a gente não tinha o estoque, não era aquele EPI que estávamos acostumados a comprar", disse Lucimara.

Além disso, o município afirmou que preferiu não comprar testes rápidos de coronavírus e está aplicando exames do tipo RT-PCR, cedidos pelo governo do estado.

Em relação aos recursos disponíveis para o enfrentamento ao coronavírus, Laranjal arrecadou R$ 259,6 mil. Mais da metade do montante são de verbas federais, segundo dados do Portal da Transparência.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias