Logo Principal
Policial

Homem coloca fogo em casa com mulher e duas filhas; a de dois anos não escapou

Incêndio criminoso foi em Rio Branco do Sul (RMC); suspeito foi preso

08/09/2020 10h35
Por: Redação
Fonte: BandaB
Divulgação
Divulgação

Uma menina de 2 anos morreu em um incêndio criminoso no final da madrugada desta terça feira (08) em Rio Branco do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Na casa estavam também a mãe da menina, Rosenilda Rodrigues, de 28 anos, e a irmã ainda bebê. O causador da tragédia, segundo a polícia, foi o marido de Rosenilda, Lucas Galdino. A mulher foi internada em estado grave devido às queimaduras. Vizinhos disseram que ela voltou para tentar salvar a filha de dois anos que havia ficado, mas não conseguiu salvar a criança. O homem fugiu com a filha dele, mas foi preso em seguida.

A tragédia aconteceu em uma casa de madeira numa área de morro, bastante íngreme, na Vila Madre. O fogo tomou conta de tudo rapidamente. Vizinhos contaram o desespero de Rosenilda. "Ela saiu com a casa pegando fogo, mas ainda voltou pra tentar salvar a filhinha. Foi ai que ela se queimou bastante, mas não conseguiu tirar a menina a tempo. Meu Deus, essa menininha estava ontem brincando na areia, feliz e hoje essa tragédia", disse uma vizinha.

O pai de Rosenilda, Vitor Rodrigues, contou que os outros três filhos dela dormiram na casa dele. "Se todos estivessem aqui teria sido ainda pior. Perdi minha netinha e é muito triste", contou.

O casal havia discutido e o homem foi embora na noite anterior. No final da madrugada ele voltou e ateou fogo na casa. O avô disse ainda que as brigas eram constantes. "Eles viviam brigando e se acertando. A gente sabia também que usavam drogas. Só acordei com o fogo alto", disse.

O acusado do incêndio chegou a fugir com a filha bebê que tem com Rosenilda, mas foi preso logo depois.

Os bombeiros tiveram dificuldades para resgatar a mãe das crianças em razão da casa ficar em um local de difícil acesso. "O estado de saúde dela é bem grave, com muitas queimaduras. Uma situação lamentável", contou.

A mulher foi encaminhada para o Hospital Evangélico, em Curitiba. O homem foi levado para a delegacia de Rio Branco do Sul, e o corpo da criança recolhido pelo IML (Instituto Médico legal).

A Polícia Científica trabalha no local para apurar as circunstância do crime.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias